Empréstimos

1.   Empréstimo Interno

a)   Alunos e professores que necessitarem separar materiais para estudos TEMPORÁRIOS deverão solicitar à curadoria que, se aprovar a retirada, estabelecerá um prazo para a devolução.

b)   A retirada será acompanhada por funcionários e deverá ser registrada.

c)   Cabe ao usuário do herbário FLOR manter as exsicatas que estão fora do acervo para suas pesquisas dentro de sacos plásticos e em ambiente climatizado para evitar a contaminação. No momento da devolução, todo material deverá passar por congelamento.

 

2.   Empréstimo para outras Instituições

a)   Materiais selecionados pelos próprios especialistas visitantes deverão ser mantidos separados sobre as bancadas. O envio dos mesmos ocorrerá somente mediante pedido oficial da Curadoria do Herbário de origem do solicitante.

b)   Empréstimos de material far-se-ão mediante entendimento prévio entre instituições congêneres registradas no Index Herbariorum e não entre indivíduos.

c) A devolução deverá ser feita dentro do período estabelecido de um ano, podendo haver acordo para prorrogação por igual período mediante solicitação institucional.

d)   É permitida a análise de toda a coleção, mas a disponibilidade de material para envio é decidida pelo Curador.

e)   Coleções com representantes específicos ÚNICOS não serão emprestados, considerando o movimento do Herbário para identificação e comparação de plantas de projetos e programas científicos desenvolvidos pela Instituição. Há possibilidade de se enviar a imagem destes.

f)    O holótipo (ou qualquer tipo) não será encaminhado para empréstimo, podendo somente ser enviado quando da existência de duplicatas. O FLOR providenciará a remessa de imagem digital dos tipos ao herbário interessado.

 

3.   Acesso ao material genético (extração de DNA)

Qualquer pesquisador que deseje extrair DNA de materiais do herbário FLOR deverá pedir autorização prévia ao curador da seção. Sempre que um fragmento for retirado para este fim uma anotação deverá ser incluída na exsicata indicando que um fragmento foi retirado para extração de DNA e deverá conter ainda o nome do pesquisador, sua instituição de origem e a data de retirada do fragmento.